Governo do Rio lança edital para apoiar atividades culturais no estado


A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro lançou, nesta quarta-feira (3), o edital Retomada Cultural RJ 2, com investimento total de R$ 40 milhões. A iniciativa integra o Pacto Cultural RJ, que visa estimular o fomento à cultura em todo o território fluminense. Serão selecionadas 800 produções artísticas.

As inscrições começam na sexta-feira (5), Dia Nacional da Cultura, e permanecerão abertas durante 45 dias. Podem inscrever-se no edital Retomada Cultural RJ 2 pessoas jurídicas de direito privado, podendo ser microempreendedores individuais estabelecidos no estado, com efetiva existência e comprovada atuação na área cultural há, pelo menos, dois anos e que estejam adimplentes com o estado do Rio de Janeiro e a Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

O Retomada Cultural RJ vai premiar projetos no valor de R$ 50 mil para ações nas áreas culturais de música, dança, teatro, circo, audiovisual, leitura e literatura, museu e memória, patrimônio cultural, artes plásticas e visuais, moda e gastronomia.

Segundo a secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, Danielle Barros, será contemplado todo o setor produtivo da arte. “A cultura foi o grande remédio da população no período de isolamento social, com a arte apoiando a todos neste momento tão difícil que vivemos”, afirmou Danielle.

“Agora, estamos tratando da retomada das apresentações e do investimento nos artistas e companhias com este aporte histórico no fomento cultural do estado do Rio”, acrescentou a secretária.

Independência

O edital Retomada Cultural RJ divide-se em duas categorias. Na Categoria A, serão aceitas ações presenciais de circulação de obras artísticas e produções culturais já estreadas ou inéditas, realizadas no estado do Rio de Janeiro. A categoria inclui espetáculos, apresentações, performances, shows, mostras, festivais, exposições, instalações, exibições e eventos.

A Categoria B é voltada para projetos relacionados à criação, desenvolvimento, elaboração e produção de obras artísticas cuja temática faça referência histórica e social ao bicentenário da Independência do Brasil. As propostas têm de fazer menção a valores, fatos reais, momentos simbólicos e podem ter conotação histórica ou de memória cultural, sempre relativos ao bicentenário da Independência.

 



EBC

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram