Avaí/Kindermann vence e avança às quartas da Libertadores Feminina


Único time brasileiro que ainda não estava garantido nas quartas de final da Libertadores Feminina, o Avaí/Kindermann se classificou nesta terça-feira (9). As Leoas superaram o Cerro Porteño (Paraguai) por 2 a 1 no estádio Arsenio Erico, na capital paraguaia Assunção, pela última rodada do Grupo B.

O resultado deixou as catarinenses na liderança da chave, com sete pontos, um a mais que o Cerro, outro classificado do grupo. Nas quartas, o Avaí/Kindermann terá pela frente o Santa Fe (Colômbia), segundo colocado do Grupo A, às 19h45 (horário de Brasília) de sexta-feira (12), no estádio Manuel Ferreira, também em Assunção. Se vencer, pode cruzar com a atual campeã Ferroviária na semifinal.

As Leoas tiveram o controle do primeiro tempo e assustaram, principalmente em lances de bola parada. Após muita insistência, as brasileiras abriram o marcador aos 35 minutos. A atacante Caty cobrou falta pela esquerda e a meia Camila, de cabeça, desviou para as redes.

As paraguaias equilibraram as ações na etapa final e conseguiram o empate aos 34 minutos. A atacante Belén Riveros, que entrou após o intervalo, foi lançada às costas da defesa e bateu na saída da goleira Bárbara. As brasileiras não desistiram. Aos 41 minutos, a lateral Bárbara Melo ganhou a disputa pela direita e bateu cruzado, encobrindo a goleira Gloria Saleb.

A classificação teve gosto de volta por cima para o Avaí/Kindermann, que disputa a Libertadores pela segunda vez. Na primeira participação, na edição de 2020 (que foi realizada neste ano), as catarinenses foram eliminadas ainda na fase de grupos, ficando atrás de Santiago Morning (Chile) e Boca Juniors (Argentina).

Simultaneamente à partida no Arsenio Erico, a Ferroviária empatou sem gols com o Santa Fe no Manuel Ferreira. O resultado pela última rodada do Grupo A assegurou às Guerreiras Grenás a liderança da chave, deixando as colombianas na segunda posição pelo saldo de gols (quatro a três). Nas quartas, as paulistas terão o Cerro Porteño como rival. A partida será na sexta, às 17h30, no mesmo local.

A goleira Luciana foi a protagonista do jogo com pelo menos quatro boas defesas no primeiro tempo, três na frente das atacantes, salvando a Ferroviária. Aos 29 minutos da etapa final, o Santa Fé teve a zagueira Johannys Múñoz expulsa, deixando a missão das colombianas, que era buscar a ponta do grupo, mais complicada.

Nesta quarta-feira (10), o Corinthians encerra a participação na primeira fase contra o Deportivo Capiatá (Paraguai), às 17h30, no Arsenio Erico. A equipe paulista já está garantida nas quartas de final e assegura a liderança do Grupo D em caso de empate. San Lorenzo (Argentina) e Nacional (Uruguai), que jogam na sequência, às 19h45, brigam pela segunda vaga da chave.





EBC

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram