Operação Jurumirim investiga sonegação fiscal em São Paulo


A Polícia Federal em São Paulo cumpriu, na tarde dessa terça-feira (23), oito mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão, expedidos pela 1ª Vara Federal em Avaré, na segunda fase da Operação Jurumirim, deflagrada em 27 de agosto deste ano.

Segundo a investigação, empresas de fachada foram usadas para sonegar impostos e ocultar movimentações financeiras ilícitas, originadas principalmente do contrabando de cigarros. O valor da sonegação gira em torno de R$ 25 milhões.

Os envolvidos podem ser responsabilizados pelos crimes de associação criminosa, sonegação fiscal, falsidade ideológica, uso de documento falso e lavagem, na modalidade ocultação.

Para essa operação, 45 policiais federais cumpriram as ordens judiciais nas cidades de Avaré, Itaí, Botucatu, Sorocaba e Guarulhos. A ação teve apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Federal.



EBC

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram